Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

O que é Watt, Amp e Volt

Entendendo um pouco das medidas para energia elétrica, informação importante para escolher um equipamento elétrico ou eletrônico, como uma fonte de computador Eu gosto sempre de fazer uma analogia com a água para exemplificar o funcionamento da energia. Watt Uma medida de consumo total, independente da voltagem de da amperagem. A equação é amperes multiplicados por volts. Um chuveiro que consume 4000 watts/hora (Wh) a 127 volts precisará de um cabos e dijuntor de 31,5 ampreres. Quando se fala que o consumo do chuveiro é 4000 watts, é a quantidade máxima de consumo, pois se o chuveiro estiver no morno, não consumirá todos os 4000 watts. Normalmente na conta virá em kilowatt/hora ou kWh, que são 1000 watt's. Uma analogia com a caixa d'água seria: a quantidade máxima de vazão de água em uma hora (4000 litros por hora). Assim como se a torneira não estiver toda aberta, não consumirá todos os 4000 litros de água. Ampere ou Amp Um Ampere ou um Amp é uma unidade de m

Diferenças de recursos windows 2008

Segue abaixo todas as tabelas do Microsiga Protheus:

CADASTROS SA1 CADASTRO DE CLIENTES SA2 CADASTRO DE FORNECEDORES SA3 CADASTRO DE VENDEDORES SA4 CADASTRO DE TRANSPORTADORAS SA5 AMARRACAO PRODUTOXFORNECEDOR SA6 CADASTRO DE BANCOS SA7 AMARRACAO PRODUTOXCLIENTE SA9 CADASTRO DE TECNICOS SAA CADASTRO DE PACOTES DE HORAS SAB CADASTRO DE COMISSOES SAC AMARRACAO PRODUTOXVERSAO SAD AMARRACAO GRUPOXFORNECEDOR SAE CADASTRO DE CARTOES DE CREDITO SAF CADASTRO DE FATORES P/ FINANCI SAG CADASTRO DE NAO CONFORMIDADES SAH CADASTRO DE UNIDADES DE MEDIDA SAI CADASTRO DE SOLICITANTES SAJ CADASTRO DOS GRUPOS DE COMPRAS SAK CADASTRO DE APROVADORES SAL GRUPOS DE APROVACAO SAM CADASTRO DE CODIGOS PARA EDI SAN AMARRACAO USUARIOS X EVENTOS SAO REF. COMERCIAIS E BANCARIAS SAP CONVERSAO DE UNIDADES PRODUTOS / ESTOQUE SB0 DADOS ADICIONAIS – LOJA SB1 DESCRICAO GENERICA DO PRODUTO SB2 SALDOS FISICO E FINANCEIRO SB3 DEMANDAS SB4 CADASTRO DE REF.DE PRODUTO SB5 DADOS ADICIONAIS DO PRODUTO SB6 SALDO EM PODER DE TERCEIROS SB7 LANCAMENTO

Gerenciamento de pacotes RPM em modo texto em distros Red Hat e compatíveis

Neste artigo vamos explanar o gerenciamento de pacotes RPM, utilizando o Shell (Terminal) do Linux. Embora o gerenciamento de pacotes RPM também possa ser feito em modo gráfico, é fundamental que administradores de sistemas Linux dominem o gerenciamento em modo texto, pois, em servidores, nem sempre dispomos do modo gráfico instalado. A distro Linux que estou utilizando é a CentOS 5.6 , uma distro classe empresarial baseada na distro Red Hat Enterprise Linux 5.6 , com a qual mantém 100% de compatibilidade binária. No entanto, as técnicas aqui explanadas são também aplicáveis a outras distros Linux que utilizam o sistema RPM para gerenciamento de pacotes, como Oracle Enterprise Linux, Fedora e SuSE. Pacotes RPM e Sistema de Gerenciamento de Pacotes RPM Em sistemas Linux, softwares são organizados e distribuídos para instalação em outros computadores por meio de pacotes. Pacote é um arquivo binário, compactado ou não, que contém os arquivos binários do software, scr

Erro--Falha ao criar o objeto COM do VirtualBox.A aplicação será finalizada.Start tag expected, '<' not found.

Bom este erro no Virtual Box , parece ser chato de resolver  e pesquisando pela net encontrei uma boa solução : R esumindo: Pega o /home/microboard/.VirtualBox/VirtualBox.xml e renomeie para  /home/microboard/.VirtualBox/VirtualBox.xml_old Localiza o /home/microboard/.VirtualBox/VirtualBox.xml-prev e renomeie (apagando o -prev) para  /home/microboard/.VirtualBox/VirtualBox.xml Fiz assim e funcionou aqui (inclusive com outros dois arquivos que deram erro em sequencia)

Estudante cria gerador que transforma o ar em energia

21/02/2013 O estudante alemão Dennis Siegel, da Universidade de Arte de Bremem, desenvolveu um gerador que transforma as ondas transmitidas no ar em energia. O processo acontece por qualquer aparelho  elétrico , desde cabeamentos de energia e antenas, até celulares e roteadores. Portanto, o dispositivo aproveita as radiações eletromagnéticas para produzir eletricidade. O gerador funciona em duas versões. Uma delas aproveita as radiações de frequências baixas (entre 50 e 60 Hz). A outra gera eletricidade por meio das altas frequências (ondas de rádio, telefonia, bluetooth e WiFi) que se propagam pelo ar. O sistema é simples, pois qualquer aparelho ligado à eletricidade emite radiação eletromagnética. Siegel afirma que o sistema é capaz de carregar uma bateria AA por dia com apenas a eletricidade obtida das radiações eletromagnéticas. Portanto, o gerador segue o mesmo princípio de carregadores sem fios, cada vez mais usados por smartphones. A polêmica em torno desse tipo de