Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

CGI

Fotos com flash

Confira "Adobe Flash Player 10.3"Published with Blogger-droid v1.7.4

Windows Server 2003 Standard Edition

GKQCK-YXFH6-M6KQT-K3F88-6VMCD

Benchmark (computação)

Em computação, benchmark é o ato de executar um programa de computador, um conjunto de programas ou outras operações, a fim de avaliar a performance relativa de um objeto, normalmente executando uma série de testes padrões e ensaios nele.
O termo "benchmark" é também comumente usado para os próprios programas (de benchmarking) desenvolvidos para executar o processo. Normalmente, benchmarking é associado com avaliação de características de performance de um hardware de computador como, por exemplo, a performance da operação de ponto flutuante de uma CPU, mas há circunstâncias em que a técnica também é aplicável a software. Benchmarks de software são feitos, por exemplo, em compiladores ou sistemas de gerenciamento de banco de dados.
Benchmarks provêm um método de comparação da performance de vários subsistemas dentre as diferentes arquiteturas de chips e sistemas. Benchmarking é útil para o entendimento de como o gerenciador de banco de dados responde sob a variação de condiç…

Servidores registrados na Internet

O gráfico abaixo apresenta a evolução do número de máquinas registradas na Internet desde 1994 até hoje. Estamos na casa dos 700 milhões de servidores espalhados pelo mundo, atendendo a toda sorte de solicitações e demandas. Com novas tecnologias e dispositivos sendo adicionados à grande rede a cada dia, estamos certos de que esta curva será cada vez mais crescente.

FIDONET

Foi fundada em 1984.
Era a rede mundial de computadores utilizada para comunicação com os BBS (Bulletin Board System).

Muito popular no início dos anos 90, serviu de inspiração dos recursos e formas de utilização que temos hoje na Internet. Os BBS eram verdadeiros oásis digitais trazendo diversos recursos como em um portal de Internet.

Através dos BBS, um usuário poderia fazer uma conexão via modem e linha telefônica, acessando um sistema, utilizando um programa de terminal, utilizando a FIDONET.  Muitos BBS ofereciam jogos on-line, envio e acesso a arquivos, leituras de notícias, envio e recebimento de e-mails e mensagens para grupos de discussão e salas de bate-papo. Tudo isso utilizando programas.

USENET

É um acrônimo de Users Network (Rede de Usuários). Consistia em um sistema global de discussão na Internet derivado das redes UUCP (Acrônimo de UNIX To UNIX Copy Protocol. É tanto um protocolo quanto um programa).

Este sistema é um dos mais antigos de comunicação entre redes. Ele possibilita a troca de mensagens e opiniões entre usuários interessados no mesmo tema. Como nos Fóruns de Discussão que existem hoje em dia.

Começou a funcionar em 1980. Na época, era chamada de ARPANET para pobres. Ela empregava UUCP para utilização de e-mail e transferência de dados, formando, assim, uma solução denominada grupos de notícias. Qualquer usuário inscrito em um grupo de notícias poderia enviar uma mensagem para seu grupo.

A USENET deu origem ao que conhecemos nos dias de hoje como listas de discussão e fóruns.
Por essa você não esperava?!

Bitnet

A Rede foi criada para envio e recebimentos de e-mails entre Instituições de Pesquisas no mundo todo.

Em 1988, o LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica) no Rio de Janeiro se conectou via link (conexão de dados) de 64kbps à Universidade de Maryland nos Estados Unidos.

Em 1989, chegou a vez do NCE (Núcleo de Computação Eletrônica) da UFRJ se ligar a UCLA, também nos Estados Unidos.

Várias Instituições de Pesquisa e Universidades foram se  interligando por esta rede que só veio a perder força com a popularização do e-mail via Internet . 

Cabe ressaltar que esta rede era fechada, isto é, somente aquelas Instituições de Pesquisa e Educação filiadas poderiam se falar a princípio.

Tapioqueira por ricardomororo no Garmin Connect - Detalhes

José Bastos por ricardomororo no Garmin Connect - Detalhes

Secretariando com efetividade

O essencial é lembrar que a ata não é uma transcrição de tudo o que foi falado, mas sim um documento que registra de forma resumida e *clara* as deliberações, resoluções e demais ocorrências de uma reunião ou outro evento. Após assinada pelo secretário e por todos os presentes, a ata constitui prova de que houve a reunião, das decisões nela tomadas, e das manifestações de todos os participantes.
Devido a ter como requisito não permitir que haja qualquer modificação posterior, o seu formato renuncia a quebras de linha eletivas, espaçamentos verticais e paragrafação, ocupando virtualmente todo o espaço disponível na página e reduzindo sua legibilidade, sob o ponto de vista tipográfico.
As características básicas da formatação de atas são:
texto completamente contínuo, sem parágrafos ou listas de itens – ou seja, reduzido como se o texto inteiro fosse um único e longo parágrafo; números, valores, datas e outras expressões sempre representados por extenso; sem emprego de abr…

Como encerrar uma reunião com efetividade

Uma reunião de trabalho idealmente tem introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução os participantes e temas em pauta são apresentados; no desenvolvimento, debate-se os temas e as soluções são propostas; e na conclusão são sintetizadas as decisões e definições.
Entretanto, quando deixada ao acaso, muitas vezes a reunião se encerra sem uma etapa de conclusão apropriada, e assim as pessoas saem com opiniões diferentes sobre o que de fato foi definido, e quais as pendências que cabem a cada um. Já falamos anteriormente sobre a importância de produzir e divulgar uma ata de todas as reuniões, mas nem a ata será efetiva se as pessoas saíram da reunião com visões diferentes sobre o que foi tratado.
Vamos a um extrato dos passos para um bom encerramento de reunião, que sumarize tudo o que foi discutido e decidido. A seqüência é baseada no artigo “How to properly wrap up a meeting“:
Tenha certeza de que todos os participantes estão presentes: se alguém saiu da reunião e n…

O Manual da Reunião Efetiva

Imagem
Agendamento a tempo. Existem as reuniões de emergência, mas também existem as que ocorrem em cima da hora porque algum gestor não se organizou.
A antecedência necessária depende do tema e contexto: às vezes, 30 minutos de antecedência podem ser suficientes, e em outras vezes 48h pode ser pouco. Mas reuniões marcadas com 5 minutos de antecedência não produzirão decisões tão eficientes quanto as marcadas com tempo suficiente para os participantes reunirem e atualizarem informações.
Horário para encerrar. Toda reunião previamente agendada tem horário para iniciar, mas é comum não haver previsão de horário para encerrar.
Algumas reuniões (por exemplo, assembleias realizadas entre pares, como as de condôminos ou trabalhistas) não devem mesmo encerrar sem ser por comum acordo, mas uma reunião de equipe de projeto ou entre membros de uma mesma organização pode e deve ser planejada para caber em um determinado horário, e a existência de uma hora marcada para o seu fim pode ser um in…

Tipos de dados

Primitivos


Tipos primitivos de dados, são aqueles fornecidos pelas linguagens e que não serão, necessariamente, os mesmo em todas as linguagens. A linguagem funcional Haskell, por exemplo, apresenta tipos primivos muito interessantes. Os tipo primitivos mais comuns são:

int -> tipo de dado que representa um numero inteiro: 23, -1989, etc


real -> tipo de dado que representa um ponto flutuante: 3.0, -8.76, etc

caracter - > tipo de dado que representa um ou mais caracteres entre aspas simples ou dupla. Também conhecido como alfanumérico.
lógico - > tipo de dado logico que só pode assumir dois valores: verdadeiro ou falso ideal para estruturas de teste.

De um modo geral, os tipos inteiro, real e caracter (que armazena só um caracter) apresentam as mesmas características em várias linguagens.

Linguagem Natural/fluxo/linguagem ual

linguagem natural
O inicio do algoritmo começa a primeira ordem e terminal com a ultima ordem, Você poderá, ou nao, numerar os passos.
fluxograma
estrutura basica
inicio -> a sequencia de passos devera estar compreendida  os simboloes de inicio e de fim.

linguagem UAL.
Estrutura basica
Todos os comandos serao colocados apos o comando prog e antes do comando fimprog
inicio
prog nome
o nome do algoritmo é obrigatorio e só poderá ter letras e numeors
fim
fimprog
comando que finaliza o algoritmo. não tem parâmetro.


os caracteres de controla \n e \t são usados com o comando imprima para que o programador tenha poder de decidir onde o dados.

quando você está digitando no word, muitas vezes pressionada a tecla enter para passar par aa próxima linha. é exatamente isso que representa \n, a tecla 'enter'

quando você quer fazer o parágrafo de forma mais rápida, pressiona tab  e o cursos se desloca para uma columa pré-determinada. em programação, geralmente, essas colunas são 1 9 17 25…