quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Google estreia serviço de banda larga nos EUA; velocidade chega a 600 Mbps

14/11/2012 - 10h28


COLABORAÇÃO PARA A FOLHA
O Google deu início nesta terça (13) aos testes de seu serviço experimental de banda larga, chamado Google Fiber, na região metropolitana de Kansas City, compreendida entre os estados de Kansas e Missouri.

Reprodução/twitter.com/mikedemarais
Imagem postada no Twitter por Mike Demarais, que está usando o Google Fiber, mostra teste de velocidade
Imagem postada no Twitter por Mike Demarais, que está usando o Google Fiber, mostra teste de velocidade
Mike Demarais, da empresa iniciante Threedee, situada em uma das chamadas "fiberhoods" (regiões atendidas pelo serviço), postou em seu Twitter um teste de velocidade realizado com a conexão: 696 Mbps para download e 620 Mbps para upload.
"Acabamos de começar a usá-lo, e estive paralisado em frente ao meu laptop durante as últimas horas. É inacreditável. Provavelmente não vou sair mais de casa", disse Demarais ao site "Ars Technica".

Reprodução
Quadro do filme promocional que o Google fez para o Fiber, seu serviço experimental de banda larga
Quadro do filme promocional que o Google fez para o Fiber, seu serviço experimental de banda larga
O Google, que está cobrando dos usuários US$ 70 (cerca de R$ 144) por mês, prometia velocidades de 1 Gbps para o serviço.
No Brasil, serviços de banda larga de duas das maiores provedoras com velocidade de 100 Mbps e de 200 Mbps custam R$ 399 e R$ 299, respectivamente.
"Estivemos trabalhando em algumas casas nas últimas semanas para assegurar que o serviço fosse ótimo", escreveu Alana Karen, diretora do projeto Google Fiber, em um post no blog do Fiber.
  1. Alex White (91)
    ontem às 10h46
    Google, que está cobrando dos usuários US$ 70 (cerca de R$ 144) por mês, prometia velocidades de 1 Gbps para o serviço.
    No Brasil, serviços de banda larga das maiores provedoras com velocidade entre 100 Mbps e 200 Mbps custam R$ 399 e R$ 299, respectivamente.Como existe um abismo na cobrança de valores e de serviços prestados entre USA e Brazil
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  2. Milton Caputo Jr (328)
    ontem às 15h53
    Somos escravos do governo brasileiro e das empresas de telecom....................Ach o que vou mudar para o Paraguay...................... Carros baratos, serviços de telecom 1/5 do valor e os produtos são o mesmo preço dos EUA.........................Af fffff, perdemos até para os nossos vizinhos..............Até quando ?
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
  3. Julio Antonio Castro Calegari (965)
    ontem às 16h33
    Pois é como é facil ter lucros estratosféricos aqui nesse "país" depois reclamam do porque não somos patriotas, também estamos sercados por todos os lados, empresários inescrupulosos, governo corrupto, impostos insanos e produtos de péssima qualidade.
    Por isso que incentivo meus filhos, estudem o que podem e não percam a oportunidade de cair fora dessa bomba Brasil.
    O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem
 
Envie sua notícia
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade



Relógios Relógios Diversos modelos a partir de R$ 80,91
Auto DVD Player Auto DVD Player Confira: a partir de 12x de R$ 16,58