quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Instalando o Microsiga Protheus com PostgreSQL

Instalando o Microsiga Protheus com PostgreSQL no Linux-Capitulo 4 SERVIDOR DE APLICAÇÃO – TOTVSAPPSERVER 4.1 – INTRODUÇÃO Nessa etapa da instalação, será mostrado como instalar, configurar e executar o servidor de aplicações do Totvs Microsiga Protheus, O Totvs AppServer funciona basicamente como um servidor que escuta solicitações em uma porta TCP/IP, ao receber uma conexão ele atende e executa a autenticação do usuário e posteriormente passa a dar acesso aos módulos através do aplicativo cliente (Objeto do próximo capítulo). Os processamentos e rotinas ficam na aplicação servidora, oferecendo aos usuários uma arquitetura que coloca todo serviço pesado no servidor, diminuindo o trafego na rede e a necessidade de estações muito potentes. 4.2 – INSTALANDO Antes de iniciar o processo, é preciso ter em mão os discos de instalação do software e as devidas licenças, sejam software ou hardware (hardlock). Insira o disco rotulado “Aplicativo Linux” na unidade de CD/DVD e caso o sistema não monte automaticamente, use o comando: mount /dev/cdrom -o exec Como está sendo usando o Debian nessa instalação e a Totvs disponibiliza apenas pacotes para Linux no formato RPM (Padrão especifico para RedRat), será necessário instalar o aplicativo alien, para converter os pacotes RPM para o formato deb, para isso, digite o comando: apt-get install alien Com o alien instalado, já é possível fazer a conversão dos arquivos com o comando: alien /media/cdrom/linux/protheus10server/*.rpm Feito isso, isso o próximo passo é instalar os pacotes usando o comando dpkg: dpkg -x protheus-server_10.1-2_i386.deb /home/servidor/ dpkg -x protheus-data_10.1-2_i386.deb /home/servidor/ dpkg -x protheus-rpo-top-por_10.1-2_i386.deb /home/servidor/ dpkg -x protheus-systemload-bra_10.1-2_i386.deb /home/servidor/ dpkg -x protheus-systemload-general-por_10.1-2_i386.deb /home/servidor/ Use o comando abaixo para remover o diretório usr que foi criado junto com o microsiga: rm /home/servidor/usr/ -Rf Depois atribua as permissões de acesso à pasta: chmod 775 /home/servidor/microsiga/ -R 4.3 – CONFIGURANDO Vá para a pasta do servidor protheus: cd /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ Será necessário configurar o arquivo totvsappserver.ini com informações sobre o servidor de banco de dados (Topconnect) e outras informações necessárias a execução da aplicação servidora. Abaixo o modelo básico que será usado nessa instalação, que deve ser colocado dentro do arquivo totvsappserver.ini: [Environment] SourcePath=/home/servidor/microsiga/protheus10/apo/ RootPath=/home/servidor/microsiga/protheus_data/ StartPath=/system/ x2_path= RpoDb=top RpoLanguage=Portuguese RpoVersion=101 Localfiles=ctree Trace=0 localdbextension=.dtc THEME=CLASSIC [TotvsDBAccess] DataBase=POSTGRES Server=localhost ALIAS=dadosadv CONTYPE=TCPIP [Drivers] Active=TCP [TCP] TYPE=TCPIP Port=1234 Para mais detalhes sobre as diversas possibilidades de configurações e topologias que podem ser usadas, favor consultar o manual de instalação do Protheus. 4.4 – EXECUTANDO Antes de executar o servidor Protheus será preciso atualizar as pastas appserver, para isso, será preciso primeiro baixar um arquivo no site da Totvs, acessando o seguinte endereço: http://suporte.totvs.com/download Procure por “Binário TOTVSTec” e baixe o arquivo compactado correspondente ao servidor (algo assim aa-mm-dd-p10-appserverlinux.zip, onde aa é o ano, mm é o mês e dd é o dia do arquivo). Com o arquivo baixado, descompacte-o: unzip Binário TOTVSTec.zip Depois: unzip aammddp10appserverlinux.zip O resultado será: inflating: libdtsearch.tar.gz inflating: totvssrvlinux.tar.z inflating: totvsprinter.tar.z inflating: nfe.tar.gz Temos quatro arquivos a serem descompactados e colocados na pasta /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/, para isso, é preciso fazer o seguinte: tar xvzf libdtsearch.tar.gz -C /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ tar xvzf totvssrvlinux.tar.z -C /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ tar xvzf totvsprinter.tar.z -C /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ tar xvzf /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ace_6.11.tar.z -C /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ tar xvzf /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ace_6.20.tar.z -C /home/servidor/microsiga/protheus10/bin/appserver/ Agora, é preciso ajustar a configuração de numero máximo de arquivos do Linux, senão o Protheus dá um erro e não inicia, digite o seguinte comando: ulimit -n 65635 Depois, acione o Totvs Application Server com o comando: ./totvssrvlinux O resultado será assim: Pronto, o servidor já está funcionando. Para que o Linux inicie o serviço sempre que ligar servidor, baixe um script que automatiza essa tarefa: wget -O /etc/init.d/protheus10 https://docs.google.com/uc?id=0B_tjAlAdfh1XYjZhYmMxNDgtMGNkYS00YzQ1LTlhYjQtOWQ4OGEwNTc3NDc2&export=download&hl=pt_BR Dê permissão de execução: chmod +x /etc/init.d/protheus10 Execute para testar: /etc/init.d/protheus10 start Para sempre executa-lo na inicialização do servidor, faça isso: update-rc.d protheus10 defaults No próximo capitulo será feita a instalação do software cliente para poder acessar o servidor, aguardem! Referencias: http://tdn.totvs.com/kbm#22653 http://tdn.totvs.com/kbm#22512 http://www.gustavoroberto.blog.br/wp-content/uploads/2008/microsiga/inst_protheus/inst_protheus.pdf http://br-linux.org/tutoriais/001879.html